sexta-feira, dezembro 26, 2014

Risco de Crédito e Alavancagem de um Fundo de Aval

objetivo deste artigo é propor um conjunto de procedimentos para definir níveis máximos de alavancagem adequados à operação de fundos de aval, visto que têm reduzido número de operações quando comparados à carteira de bancos comerciais, para os quais se utiliza a metodologia de Basileia. Por meio da técnica de simulação de Monte Carlo, calculou-se o capital necessário para operação de um fundo. Os resultados indicam que o modelo é uma alternativa para a estimação do nível de alavancagem máxima de um fundo de aval, com base na composição esperada dos riscos garantidos.

LANZ, L. Q.; PERUFO, J. V. Risco de crédito e estimativa de alavancagem de um fundo de aval. Revista do BNDES. BNDES. Rio de Janeiro. ISSN 0104-5849. no 40. Dezembro de 2013. p. 194-230. Disponível no site do BNDES. 

quinta-feira, abril 08, 2010

Crédito Pessoa Física / Cadastro Positivo

As taxas de juros de crédito para pessoa física são disponibilizadas pelo Banco Central por banco em ordem descrescente. Para uma diminuição mais consistente das taxas é importante que o projeto de criação do Cadastro Positivo de Crédito, que tramita no Congresso desde 2004, seja provado no Senado. O projeto após aprovação na Câmara está passando pelas diversas comissões do Senado, já tendo sido aprovado na CCJ.
Uma boa análise sobre o projeto está no blog - Quero Ficar Rico.

sexta-feira, março 13, 2009

Cursos IDCE - Finanças e TI

Em 28/03 iniciam 2 cursos do IDCE em que serei um dos professores:

terça-feira, fevereiro 10, 2009

Sites sobre crédito, cobrança e risco

quinta-feira, maio 15, 2008

BV como garantia no segmento de mídia (Rádio, TV, Jornal)

No meio publicitário uma garantia adicional de que se pode dispor é o desconto ou retenção de valores de BV de uma determinada agência, no caso de inadimplência ou atraso no pagamento por parte de seus clientes. A operacionalização deste desconto ou retenção deveria, em princípio, estar respaldada por cláusulas do contrato ou equivalente assinado entre o veículo e a agência plena, quando esta atua como intermediária de determinado cliente.

BONIFICAÇÃO DE VOLUME - BV. Plano de incentivo / bônus sob forma de desconto, crédito (ou pagamento) concedido em favor de uma agência de publicidade, por ato de liberalidade do veículo (normalmente regido por um contrato ou carta acordo), em função dos investimentos publicitários por ela carreados ao longo de determinado período.
Pode combinar critérios quantitativos (investimento e crescimento) e qualitativos (diversificação da carteira, pontualidade na entrega das autorizações e dos pagamentos, investimentos sazonais, etc.). Destinado a estimular o desenvolvimento e a fidelidade da agência em relação ao veículo, em regra não pode ser transferido aos clientes.

Referências sobre o assunto usadas acima:
http://www.gppcom.com.br/midia/index.php?op=dicionario&id=2
http://www.radiobras.gov.br/materia_i_2004.php?materia=245814&q=1
http://webinsider.uol.com.br/index.php/2007/03/15/a-bonificacao-por-volume-e-o-lucro-das-agencias/

quarta-feira, abril 02, 2008

Formação Executiva em Finanças

Programa do curso de Formação Executiva em Finanças, no qual serei um dos palestrantes. Acesse a página do IDCE ou clique aqui para ver o programa

quarta-feira, outubro 24, 2007

Cadastro Positivo em Crédito - Pessoa Física

Está em tramitação na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 405/07, que cria o Cadastro Positivo de Crédito. Com esta medida será possível ao consumidor usufruir de juros mais baixos na contratação de financiamentos e nas compras a prazo. Nos Estados Unidos onde o cadastro existe a vários anos, o sistema permite que um consumidor de baixa renda, muitas vezes sem emprego fixo / contracheque, construa um histórico de bons pagamentos ao longo do tempo (por exemplo em suas compras com cartões de crédito, "carnês de lojas" e financimentos bancários) usufruindo de crédito a juros baixos que não obteria de outra forma.
Um dos grandes pontos positivos deste sistema, é como o cadastro positivo será inserido no Código de Defesa do Consumidor, que já permite que as pessoas tenham acesso gratuitamente as informações sobre elas nos bancos de dados, os critérios para concessão de crédito serão mais claros e em caso de erro a pessoa poderá retificar facilmente a informação, pois o CDC obriga a empresa que disponibilizou a informação incorreta a retificá-la no prazo máximo de 5 dias.
Ouça aúdio sobre o assunto no link abaixo:
http://www.gprtreinamento.com/backoffice/files/Luciano%20Lanz%20Site.mp3